Por Patricia Travassos

Em tempos de redes sociais e da avalanche de aplicativos, a propaganda boca-a-boca virou digital! E, para nossa surpresa, isso pode ser bom!

É que, agora, os dois lados têm a ganhar – tanto o indicado como quem indica. No mundo digital, a indicação passou a ser recompensada pois as empresas perceberam o que uma pesquisa da McKinsey confirmou: que um consumidor tem 50% mais propensão a comprar um produto quando ele é recomendado por alguém da família ou por amigos próximos. E hoje as pessoas têm muuuuitos amigos nas redes sociais!

Então, com uma única mensagem, elas podem influenciar muita gente. Esse é o boca-a-boca digital, sem compromisso e espontâneo. Mas ele pode esquentar e evoluir também para uma estratégia chamada “Member get member”.

Você certamente já visitou um restaurante que ofereceu uma sobremesa grátis em troca de um check-in na rede social ou de um post marcando o nome do estabelecimento. Esta técnica sempre oferece uma promoção, um brinde, um desconto para quem compartilha a marca com os amigos ou ainda para os amigos que forem impactados pela recomendação.

Quando esse movimento começou, principalmente entre as start-ups (que se tornaram grandes unicórnios) como Uber e Airbnb, bastava que um amigo baixasse o aplicativo ou se cadastrasse para ganhar um agrado. Foi assim que a PayPal, por exemplo, atingiu um crescimento de até 10% ao dia! O pesado investimento se justificava pela velocidade com que estas empresas precisavam crescer para provocar uma disrupção e viabilizar a sobrevivência delas. Caso contrário, não tornariam o negócio viável.

Mas agora, a maioria dos negócios já começou a aumentar o nível de dificuldade para oferecer prêmios. Os brindes e descontos só se efetivam quando o amigo indicado, de fato, compra um produto ou contrata o serviço.  

Afiliados digitais

Outra estratégia que vai além do boca-a-boca digital para conquistar novos clientes é a Afiliação. Mais do que um papo entre amigos, essa pode ser uma alternativa para complementar renda de quem indica um produto ou serviço.

É claro que funciona melhor para que já tem credibilidade por conhecer sobre determinado assunto. Se você tem um blog de maternidade, por exemplo, com um número relevante de visitas ou seguidores, pode fazer sentido compartilhar um link de compras indicando determinada marca de shampoo infantil ou fralda. A pessoa se transforma em uma representante de vendas, usando a própria influência para ganhar um comissão.

A afiliação vem conquistando muita gente nesses tempos de crise e desemprego alto. Mas não acredite que o dinheiro cai do céu, não. Para quem quiser ter um bom ganho, precisa se dedicar como um outro trabalho qualquer e, acima de tudo ter coerência. Não adianta divulgar produtos que não estejam alinhados com seu conteúdo ou perfil apenas pensando no dinheiro.

Aquela história de “Ganhe dinheiro sem sair de casa” só funciona com muita disciplina e seriedade…até mesmo para não perder a credibilidade entre os amigos e não se transformar no chato de plantão.

Sobre a Prosa Press

A Prosa Press é uma empresa dedicada a produzir conteúdo para TV, Internet e para o mercado Corporativo. Ajudamos nossos clientes a fortalecer suas marcas, vender mais, explicar projetos e treinar pessoas. Nosso desafio é engajar pessoas e gerar resultados para nossos clientes. 

Você acha que podemos contar a sua história ou quer saber mais? Entre em contato conosco: [email protected] 

Leia também:

Tristezas não pagam dívidas

Sinta o poder da informação

A importância do vídeo no marketing de conteúdo

Vídeo é tendência

TAG

Prosa Press

VEJA TAMBÉM