Coluna Apps envelhecimento / realidade aumentada

Por Patricia Travassos

Virou febre até entre famosos um aplicativo que prevê a fisionomia das pessoas no futuro, com marcas de envelhecimento. A brincadeira surpreende não só pelo engajamento, mas também pelas imagens que trazem marcas e traços pra lá de convincentes.

Veja a transformação de alguns famosos:

Pra gente entender direitinho porque as previsões de envelhecimento são tão convincentes, vamos aproveitar para explicar o princípio da Inteligência artificial, que é a tecnologia por trás desse aplicativo que virou moda: o Face App.

Bom, o aplicativo é a interface que nos permite interagir com uma rede neural, treinada por milhares de imagens com o objetivo de aprender quais são as principais características do envelhecimento e, ser capaz de, mais tarde, replicar isso em novas imagens.  Assim, é possível manipular qualquer foto e aplicar os traços de expressão mais marcantes relativos ao envelhecimento. As informações são tão complexas que o app, por enquanto, só atua em fotos, não em vídeo.

Mas, você já deve ter visto por aí, até mesmo nas redes sociais, os filtros de Realidade Aumentada que são capazes de brincar em tempo real com vídeos. São penteados, acessórios e maquiagens que interagem quase de verdade com a nossa imagem.

A cantora Anitta ganhou do Instagram filtros exclusivos para os seguidores dela. Você pode adotar o mesmo baton, delineador, e até a viseira que ela usou na gravação de vídeos que bombaram na rede social. (aprenda como usar os filtros da Anitta no Instagram)

Enfim, as provas de que esse tipo de ferramenta tem provocado grande engajamento são inúmeras. E as marcas de cosmético, claro, também já descobriram isso, segundo me contou o Head de Realidade Aumentada da More than Real, Marcos Trinca.

A empresa dele desenvolve ferramentas de realidade aumentada para cinco marcas nacionais e internacionais de maquiagem, possibilitando que as pessoas experimentem, de forma virtual e com precisão, as cores e opções de maquiagem  disponíveis. Com isso, as conversões de venda online têm aumentado de 50 a 70%, reduzindo a resistência que as pessoas tinham de comprar maquiagem via internet, reduzindo as reclamações e devoluções e garantindo diversão para o momento da compra. Afinal, você pode simular looks que seriam improváveis na vida real.

Eu conversei também com o VP de Inovação da Natura, Fernando Lemos, e além de investir em Realidade Aumentada no site e na própria revista da marca, agora eles estão lançando um aplicativo que será usado pelas consultoras para indicar o melhor produto para cada tipo de cabelo. Com o celular a consultora vai fazer um diagnóstico do fio e oferecer o produto mais indicado para a necessidade de cada cabelo.

Para isso ser possível, foram cinco anos de pesquisas e treinamento da ferramenta através de cerca de 20 mil imagens que formaram ensinaram a relacionar as características e as condições do cabelo com a melhor solução para tratamento ou uso. Assim, essa “Inteligência artificial” tornou-se capaz de diagnosticar danos no fio e sugerir o melhor produto disponível para ele no catálogo da marca. E a “brincadeira” não para por aí, os dados que a inteligência artificial vem coletando servem de inspiração para o desenvolvimento de novos produtos, sintonizados com a demanda do público.

É a tecnologia à serviço da diversão e dos negócios!

Leia também

Soluções inovadoras para melhorar a mobilidade urbana

As inovações o futuro da mobilidade

A explosão dos serviços de delivery

A profissão do presente

Fomos ali dar uma voltinha no futuro

Vídeo é tendência!

Prosa Press

VEJA TAMBÉM