Em tempos de alta competitividade, os investimentos inteligentes tornam-se diferenciais para os grandes gestores. E se há uma opção lógica e atual entre esses investimentos, o nome dela é ensino a distância.

Com pouca força econômica, não há como vencer sem inovar, e se o gestor tem essa força, deve otimizá-la ao máximo. Isso significa gerar, manter e, principalmente, alcançar mais com menos.

Descubra, agora, como tornar isso realidade em seu programa de treinamento corporativo. Com a ajuda deste material, você vai aprender a implementar, gerenciar e inovar por meio do EAD nas empresas.

O que é educação a distância?

A sigla EAD vem de “ensino a distância”. A ideia é estruturar treinamentos, cursos, faculdades ou qualquer outra opção educacional de maneira totalmente virtual.

O armazenamento digital de textos, imagens e vídeos facilita o gerenciamento dos dados. Dessa forma, é possível extrair melhores soluções educacionais para aumentar a eficiência, a eficácia e a efetividade em treinamentos e desenvolvimentos corporativos.

A opção EAD, em relação à educação presencial, é considerada mais flexível e econômica. Por isso, é tratada como ferramenta de democratização do ensino.

Já no final do século XIX, foram elaborados os primeiros cursos profissionalizantes oferecidos por correspondência. Mais tarde, o conceito de educação remota passou também pelo rádio e pela televisão, mas ainda sem a efetividade encontrada nos cursos presenciais.

Com a explosão da internet nas últimas décadas, os cursos se fortaleceram tecnologicamente. Isso permitiu um aumento considerável de qualidade e desenvolvimento e um melhor aprimoramento das ideias didáticas e pedagógicas.

Toda essa tecnologia refletiu positivamente e de maneira direta em seus usuários, aumentando sensivelmente a atenção e o rendimento. No meio corporativo, os grandes gestores observaram que a ferramenta possibilitou mais acessibilidade, interatividade e dinamismo.

Todas essas vantagens, aliadas ao baixo investimento, tornaram a opção EAD uma excelente estratégia para implementar e manter um treinamento de alta qualidade aos colaboradores. Por isso, o ensino a distância é considerado uma solução fundamental e em crescimento.

Qual é a metodologia usada no ensino a distância?

É importante adequar uma filosofia de padronização de ensino no EAD corporativo. Principalmente, porque o conteúdo deverá ser reutilizado com frequência e também acessado por outros setores ou filiais espalhadas geograficamente em território nacional ou internacional.

Isso deverá alinhar a linguagem corporativa e as ações de rotina. Ajudará a unificar a interpretação de conteúdo e trará mais segurança aos resultados de processos, tornando-os mais uniformes.

A disponibilização deve ser permanente, de modo a auxiliar o colaborador em eventuais dúvidas e para tornar possível o reforço sempre que necessário.

Você pode incentivar os colaboradores a reforçarem o conhecimento anualmente e atualizar todo o conteúdo em uma frequência de 4 ou 5 anos, conforme as necessidades que o mercado impuser.

O método de ensino deve combinar com o perfil dos colaboradores. Em alguns setores, pode ser necessário priorizar conteúdo em vídeo. Já em outros, pode ser viável elaborar o treinamento em PDFs, catálogos ou tutoriais.

Outros formatos em e-learning, como e-books, storytellings,  animações, podcasts e até aulas ao vivo, podem ser muito úteis para enriquecer a metodologia de treinamento.

Você deve equilibrar a teoria e a prática por meio de exercícios e simulações online e avaliar os resultados diretos nos processos produtivos realizados pós-treinamento.

Esqueça também o formato presencial de hora marcada, deslocamento e interação aluno-professor. No EAD corporativo, você pode flexibilizar os horários de capacitação, transferindo ao colaborador individualmente a decisão de acesso nos momentos adequados.

A equipe de T&D, uma organização especializada ou um profissional especialista em ensino empresarial pode ser fundamental na elaboração dessa metodologia que servirá de base de capacitação para toda a sua equipe.

O uso do EAD torna as empresas mais competitivas?

Como mencionado anteriormente, a opção pelo EAD corporativo pode ser considerada como um investimento inteligente, pois favorece o uso da tecnologia para diminuir custos com desenvolvimento de pessoal.

Ao optar pelo ensino online, o grande gestor torna o seu programa de capacitação mais efetivo, e isso tende a refletir uma equipe mais capacitada constantemente.

A facilidade de implantação em relação ao ensino presencial afeta na evolução da organização e, logicamente, torna a empresa mais competitiva. Um exemplo prático disso é a escolha do melhor momento de capacitação por parte do colaborador. Assim, é possível não interromper momentos de alta produção para realizar o treinamento.

O ensino presencial também pode aumentar as possibilidades de alocações em horas extras, encarecendo os custos salariais. Por outro lado, a solução EAD permite que toda uma capacitação seja realizada em horário de expediente. Os momentos de standby dos colaboradores podem ser melhor aproveitados e direcionados para produtividade em conhecimento.

Tudo isso contribui para produzir melhor e ser mais competitivo em relação à concorrência. O uso do tempo de maneira mais inteligente favorece melhores resultados.

Como implementar o EAD na sua empresa?

A implementação do EAD corporativo é considerada uma solução muito mais simples e econômica de ser configurada em relação ao ensino presencial. Toda a estrutura física, como salas, ferramentas e instalações, é substituída por uma estruturação totalmente digital.

Primeiramente, como em qualquer projeto, você deve definir os objetivos do treinamento. Pense em metas de curto, médio e longo prazos.

Defina o público alvo para o treinamento. É necessário encontrar as demandas de cada setor e as necessidades individuais dos colaboradores. Monte uma estrutura que possa atender o básico, o intermediário e o avançado.

Levante todas as necessidades de capacitação, identificando as deficiências e os treinamentos de atualização mais necessários aos colaboradores.

Após isso, será criado um projeto pedagógico harmonizando todos os assuntos em temas diferentes. Aumento de produtividade, integração de novos colaboradores e alinhamentos a visão, missão e valores são alguns dos temas mais importantes a serem explorados.

Ajuste o conteúdo pedagógico definindo informações relevantes, como elaboração, tamanho e duração das aulas, urgências e prioridades e formato apropriado para cada tipo de treinamento.

Defina as tecnologias de estruturação, como hospedagem, plataforma e servidores, considerando os formatos desejados, sejam vídeos ou PDFs, por exemplo.

O último passo, porém não menos importante, é levantar todo o custo necessário de implantação. Faça uma análise detalhada de hardware e software e veja se é possível instalar uma plataforma online com essa estrutura.

Caso não seja viável, insira no orçamento um upgrade de tecnologia virtual e/ou de equipamento para atender com segurança a implantação da nova estrutura.

Esses passos são considerados essenciais na implantação, contudo, cada projeto pode apresentar suas particularidades. Para uma implantação mais eficiente, é viável o auxílio de uma empresa especializada nesse tipo de tecnologia.

Como inovar na utilização do EaD?

O potencial tecnológico do EAD corporativo favorece a criatividade didática e pedagógica de seus elaboradores. A ideia é ir além do treinamento tradicional em uma sala de aula.

O pensamento em EAD corporativo deve abranger não só a solução de T&D de pessoal, mas todas as possíveis estratégias relacionadas a aumento de produtividade e melhoria geral de resultados.

Em razão disso, reunimos, neste post, várias informações de alta relevância na inovação de seus conteúdos corporativos online.

Comece diversificando o conteúdo em videoaulas, PDFs, áudios ou outras opções digitais viáveis. Essa variedade de conteúdo impulsionará o colaborador a explorar melhor o aprendizado e aumentar o seu rendimento.

Outra inovação bastante eficaz se refere à estratégia de gamificação de conteúdo, que significa uma espécie de jogo digital, que estimula o interesse e a motivação do colaborador em melhorar seu próprio rendimento.

A gamificação, aliada a simulados e exercícios totalmente virtuais, otimiza os resultados e permite uma análise mais aprofundada da evolução do aprendizado, tanto por parte do funcionário quanto do responsável pelo treinamento corporativo.

Use a mobilidade em seu favor ao disponibilizar informações úteis, pequenos tutoriais ou mesmo todo o conteúdo para acesso em dispositivos móveis, como tablets, celulares ou smartphones. Essa estratégia é superdimensionada em treinamentos de vendas.

Incentive comportamentos de autoaprendizagem ao valorizar a exploração individual dos potenciais dos colaboradores em uma plataforma que seja intuitiva para a evolução profissional.

Essa estratégia mobiliza o colaborador e tende a retornar economia em alocações de coachings ou outros profissionais para treinamento e acompanhamento. Além disso, promove competência autodidata ao colaborador.

Aumente o potencial comunicativo de toda a organização explorando a tecnologia interativa de uma plataforma online. Mensagens eletrônicas, chamadas de vídeo ou áudio e conferências online, por exemplo, servem para tornar o esclarecimento de dúvidas mais efetivo.

Você pode, ainda, organizar um treinamento específico voltado para a integração de funcionários. E é possível buscar padronização desse processo, para aumentar a produtividade e diminuir o tempo de adaptação de novos colaboradores em sua organização.

Use a plataforma digital para explorar ações motivacionais por meio de conferências online ou pequenas pausas de expediente com transmissões ao vivo para parabenizar aumentos de produção ou comportamentos exemplares.

Outra interessante inovação que pode ser inserida no contexto da EAD corporativa se refere ao treinamento dos próprios clientes. Disponibilizar conteúdos informativos e educativos sobre serviços e produtos vai melhorar a sua relação com eles.

Dessa forma, os custos com suporte ao cliente serão minimizados e a interatividade será ampliada. Ofereça mais autonomia aos usuários de serviços ou produtos e melhore o acompanhamento através de relatórios específicos.

Essas são as principais inovações relacionadas ao EAD corporativo atualmente. Logicamente que o potencial tecnológico da solução favorece a criatividade e a personalização. Dessa forma, em cada caso específico, poderá ser encontrada um novo recurso a ser adaptado.

O que vai mudar na rotina dos funcionários e como equilibrar uma boa carga horária?

Por meio de EAD corporativo, é possível criar um programa de desenvolvimento profissional efetivo, mantendo os funcionários em seus postos de trabalho durante o expediente.

Também é possível alcançá-los em saídas para fechamentos de vendas ou contratos, por meio de tutoriais ou catálogos informativos de serviços e produtos.

A rotina diária não é tão afetada como quando há necessidade de deslocamento para um treinamento presencial. Você pode simplesmente estabelecer metas de capacitação e permitir que o colaborador gerencie o andamento disso.

Sendo assim, uma frequência diária ou semanal pode ser inserida no desenvolvimento profissional do colaborador. Os profissionais responsáveis pelo conteúdo serão alocados pontualmente, apenas para eventuais atualizações ou vídeos ao vivo que sejam viáveis em determinados momentos.

A carga horária ideal varia de acordo com a complexidade e tamanho de cada treinamento. É recomendada uma carga que possa ser inserida no horário de expediente sem causar grandes alterações.

As dúvidas frequentes e de rotina diária devem estar disponíveis em PDFs curtos ou em pequenos vídeos e áudios que possam ser acessados em variados dispositivos e a qualquer momento.

Já os assuntos mais complexos podem reter uma fração maior do horário de expediente e, portanto, ser gerenciados em conjunto com os colaboradores, possibilitando a adequação para os melhores momentos de acesso.

A acessibilidade contínua no treinamento dos colaboradores permite que o funcionário gerencie melhor a sua agenda de atividades. Essa constância criará uma cultura de desenvolvimento profissional na organização.

A produtividade da jornada de trabalho e do treinamento será melhor, pois não haverá interrupções em eventuais alocações externas ou saídas de serviço, especialmente nos períodos de alto desempenho.

Como fazer a gestão do uso do EAD no mundo corporativo?

A gestão do uso do EAD no mundo corporativo se complementa com os gerenciamentos de RH, pedagógico empresarial e tecnológico. Pensar em EAD nas empresas envolve uma gerência de conteúdo em constante atualização para melhorar os processos de desenvolvimento de toda a equipe.

Então, ter somente uma boa plataforma tecnológica, sem um conteúdo de qualidade, certamente vai minar o efeito produtivo do treinamento corporativo. Por outro lado, a absorção de um bom material pode ser comprometida seriamente por problemas de suporte à plataforma.

Sendo assim, as gestões tecnológica e pedagógica devem andar juntas, para permitir que o colaborador tenha o melhor rendimento possível em sua capacitação.

Você deve gerenciar, também, o feedback do programa de capacitação. Deve ter uma base de informações sobre cada curso separadamente, disponibilizadas em relatórios, gráficos ou outros recursos de controle adequados, para uma análise mais assertiva.

Dessa forma, você identificará mais facilmente possíveis problemas no desenvolvimento dos cursos. Por exemplo, saberá se alguns conteúdos estão sendo pouco produtivos, muito simples ou complexos demais para absorção pelos colaboradores.

A equipe de treinamento e desenvolvimento auxiliará na reparação desses materiais, para retomar a qualidade e o consequente alcance das metas de desenvolvimento dos colaboradores.

Gerencie a capacitação online para diminuir os índices de rotatividade, melhorando assim a produtividade do setor de RH da organização.

Um funcionário melhor capacitado tende a responder bem às inovações impostas pelo mercado e se sente mais seguro para produzir, eliminando as chances de desmotivação e pretensão de saída da empresa.

Monitore também a documentação de currículo do funcionário, controlando o aumento de competências e permitindo informações aos gestores de RH para eventuais promoções de cargos e aumento de funções.

Uma boa gestão também não deve desconsiderar completamente as atividades presenciais. Porém, esses encontros favorecerão mais a sociabilidade da equipe com custos mais voltados para melhoria de clima organizacional.

Quem será responsável por esse controle?

O setor de RH geralmente é o mais indicado para a condução de todo o programa de capacitação. A responsabilidade de absorção pode ser dividida entre tutores e colaboradores.

Uma equipe especializada em treinamento e desenvolvimento também será fundamental para levantar com mais clareza os verdadeiros efeitos que estão sendo causados na capacitação dos funcionários.

Os funcionários de destaque, mais experientes ou de melhor capacitação também poderão ser acionados para atuar nesse controle.

Porém, na medida do possível, deve ser pensada uma estruturação que não aloque essas pessoas de maneira mais intensa, preservando suas produtividades individuais e funções de importância para toda a organização.

Lembrando que o setor de tecnologia também deve ser acionado nesse momento, mantendo o suporte ao acesso confiável e seguro.

O controle também pode se referir à segurança das informações, garantindo que cada conteúdo possa ser disponibilizado ao colaborador certo. Essa é outra questão que pode ser auxiliada pelo departamento tecnológico.

Quais são os conteúdos adequados para EAD?

Conforme dito anteriormente, todo o conteúdo será planejado e organizado em temas que devem ser relevantes para o desenvolvimento profissional de cada setor ou colaborador.

Alguns temas são essenciais e considerados como padrão para qualquer organização. Já outros são mais específicos para cada nicho de negócio.

Ao analisar os conteúdos, você deve encontrar o equilíbrio entre carga horária, tamanho e complexidade. Cada assunto deve ser disponibilizado de modo adequado ao colaborador.

Os cursos de curta duração devem atender às questões de rotina administrativa. Os processos e procedimentos mais usuais podem ser sanados em pequenos áudios, vídeos ou PDFs.

Cursos emergenciais e prioritários precisam ser disponibilizados com ampla divulgação e serem realizados em curto e médio prazos.

Reserve os cursos mais estratégicos e com maior nível de complexidade para o longo prazo. Esses programas deverão ser tratados como diferenciais de competitividade e trarão retorno de qualidade no treinamento e no desenvolvimento da equipe de colaboradores.

Quais são os principais assuntos do ensino a distância para cada tema?

Os temas institucionais podem auxiliar no fortalecimento da marca junto a colaboradores internos e externos. Explore esse conteúdo para melhorar a afinidade com clientes e aprofundar o conceito de missão, visão e valores pelos colaboradores.

Outro tema bastante pertinente se refere ao treinamento em vendas. Esse conteúdo pode alavancar seus resultados e melhorar tanto o retorno do colaborador como a interação com o cliente externo.

Você também pode disponibilizar conteúdos ainda mais atrativos aos colaboradores, como universidades virtuais ou cursos técnicos profissionalizantes, que vão enriquecer currículos e aumentar a qualidade na prestação de serviços.

Elabore conteúdos de treinamentos em compliance. Esse assunto melhora a harmonia e a obediência às leis e regras institucionais e nacionais. Por meio dessa capacitação, você reduzirá custos jurídicos e melhorará o padrão de governança da organização.

Alguns assuntos como comportamentos inadequados, alertas de ações impróprias e outros relacionados podem ser abordados com uma certa pitada de humor. Conscientize divertindo seus colaboradores e atraindo mais a atenção para esses assuntos.

Aliás, o bom humor pode representar uma estratégia altamente eficaz em diversos conteúdos corporativos. Você deve usá-lo para aumentar a atratividade em grande parte dos conteúdos disponibilizados.

Essa pequena ação pode parecer simples, mas, com ela, será possível diminuir índices de abandono de curso é até de rotatividade na organização. O colaborador se motiva a acessar o treinamento e melhora a sua atenção e rendimento.

Transforme a integração de novos funcionários em uma prática especial e de alto retorno. A exploração desse conteúdo diminuirá o tempo de adaptação do novo colaborador e fará com que ele se sinta mais seguro para produzir o mais cedo possível.

Você pode inserir também conteúdos que melhorem o atendimento ao cliente. Pensar esse tipo de conteúdo aumenta a fidelização e contribui para melhora de relacionamento. Tudo isso retorna em aumento de vendas de serviços e produtos.

Esses conteúdos foram sugeridos de maneira genérica ao contexto das organizações. Você pode aprimorar ou acrescentar as ideias integrando assuntos que possam ser pertinentes ao seu nicho de negócio.

Conclusão

Chegamos ao final do nosso artigo. Buscamos, da forma mais completa possível, instruir você acerca das ações fundamentais de implementação, gerenciamento e inovação de uma solução EAD. O diferencial deste post é a quantidade de informações, que deve superar a maioria dos artigos disponibilizados online de modo gratuito.

O discurso de pouca força econômica não se sustenta diante da relação custo x benefício apresentada por essa solução corporativa.

Por meio de apenas uma implementação, você poderá resolver um conjunto de problemas relacionados, como má comunicação interna, escassez de tempo, fortalecimento e reconhecimento da marca, melhoria de resultados em geral, entre outros.

Outro retorno bastante relevante e benéfico se refere a uma melhoria direta no relacionamento com todos os seus clientes externos.

Diante de uma infinidade de benefícios, algumas dificuldades, como limitação de plataforma interna, podem ser sanadas por uma empresa especializada e que seja de confiança para essa implementação.

Propomos, aqui, esse desafio, para que a sua gestão de recursos humanos possa obter mais reconhecimento junto à alta diretoria.

O ensino a distância pode revolucionar positivamente o seu programa de treinamento e desenvolvimento de pessoal. Saiba vender essa ideia para obter sucesso nessa implementação.

​Entenda ainda mais sobre por que incluir o EAD no treinamento de seus colaboradores. Monte um plano para que a solução do ensino a distância resolva permanentemente a sua gestão de T&D corporativo!

Prosa Press

VEJA TAMBÉM